Lagarde admite que o FMI mude a sua sede para Pequim na próxima década

O Center for Global Development (CGD), o maior think-tank do mundo em desenvolvimento, organizou na segunda-feira uma duas suas habituais conversas com máximos dirigentes e especialistas mundiais, desta vez com a Christine Lagarde, Diretora-Geral do Fundo Monetário Internacional (FMI).

FMI

O Presidente do CGD, Masood Ahmer, aproveita o lançamento das mais recentes previsões macroeconómicas mundiais do FMI e o pós-Cimeira G-20 para entrevistar a antiga Ministra das Finanças francesa.

A surpresa é maiúscula quando, num comentário relativo ao aumento do peso das economias emergentes no crescimento mundial, que deverá ter consequências ao nível de uma nova redistribuição de quotas e de peso relativo dos acionistas na instituição, a Christine refere que não seria de espantar se a sede do Fundo passasse de Washington DC para Pequim no espaço de uma década.

(…) which might very well mean, that if we have this conversation in 10 years’ time…we might not be sitting in Washington, D.C. We’ll do it in our Beijing head office“.

O raciocínio na base deste comentário prende-se com o facto dos estatutos do FMI estabelecerem a que a sede do Fundo se encontre no membro com maior quota.

FMI

Pode ver a conversa na íntegra aqui (a partir do minuto 8:30).

 

Anúncios
Esta entrada foi publicada em China, EUA. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s