Espanha-China, a maior linha de comboio do mundo

O terminal ferroviário Madrid-Abroñigal recebeu ontem o primeiro comboio de mercadorias da linha ferroviária direta entre China e Espanha, a maior do mundo e que empresários e instituições de ambos os países têm batizado como “a nova rota da seda”.

O primeiro comboio tinha como origem a cidade chinesa de Yiwu, considerada o maior centro de produção e distribuição do mundo, e vinha carregado de brinquedos para as festas de Natal e dos Reis Magos. Regressará carregado de vinho, azeite e presunto para serem vendidos nas festas do ano novo chinês.

Comboio China- Espanha

13.000 quilómetros separam Madrid e Yinwu, naquilo que a Ministra de Indústria espanhola, Ana Pastor, caraterizou como “a maior viagem de comboio do mundo, maior do que a soma do Transiberiano e do Orient Express”.

O comboio saiu de Yiwu a 18 de novembro, com 40 carruagens, e atravessou oito países: China, Cazaquistão, Rússia, Bielorrússia, Polónia, Alemanha, França e Espanha. A viagem necessitou de mudanças de larguras de linha, mudanças de contentores e mudanças de locomotiva a cada 800 quilómetros. Mas apenas necessitou de 21 dias para fazer o percurso, significativamente abaixo dos 30 dias necessários para ligar a China à Espanha por via marítima.

Barco ou comboio

As outras duas linhas de comboio diretas entre a China e a Europa têm por destino a Alemanha.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Alemanha, Bielorússia, Cazaquistão, China, Espanha, França, Polónia, Rússia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s