Espanha-China, a maior linha de comboio do mundo

O terminal ferroviário Madrid-Abroñigal recebeu ontem o primeiro comboio de mercadorias da linha ferroviária direta entre China e Espanha, a maior do mundo e que empresários e instituições de ambos os países têm batizado como “a nova rota da seda”.

O primeiro comboio tinha como origem a cidade chinesa de Yiwu, considerada o maior centro de produção e distribuição do mundo, e vinha carregado de brinquedos para as festas de Natal e dos Reis Magos. Regressará carregado de vinho, azeite e presunto para serem vendidos nas festas do ano novo chinês.

Comboio China- Espanha

13.000 quilómetros separam Madrid e Yinwu, naquilo que a Ministra de Indústria espanhola, Ana Pastor, caraterizou como “a maior viagem de comboio do mundo, maior do que a soma do Transiberiano e do Orient Express”.

O comboio saiu de Yiwu a 18 de novembro, com 40 carruagens, e atravessou oito países: China, Cazaquistão, Rússia, Bielorrússia, Polónia, Alemanha, França e Espanha. A viagem necessitou de mudanças de larguras de linha, mudanças de contentores e mudanças de locomotiva a cada 800 quilómetros. Mas apenas necessitou de 21 dias para fazer o percurso, significativamente abaixo dos 30 dias necessários para ligar a China à Espanha por via marítima.

Barco ou comboio

As outras duas linhas de comboio diretas entre a China e a Europa têm por destino a Alemanha.

Esta entrada foi publicada em Alemanha, Bielorússia, Cazaquistão, China, Espanha, França, Polónia, Rússia. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s