Transformação da China e o futuro do FMI

CDF 2014“China can also play an even greater role in international institutions. At the IMF, China will become our third largest member once the 2010 governance reforms become effective—an objective on which we continue to push hard. China is already an important contributor to the IMF’s financial resources and operations.

In addition, China is providing leadership at all levels of the IMF. I am extremely grateful to Min Zhu for bringing his wisdom and experience to our Management team, and to the young Chinese economists we recruit every year—in 2013 alone, Chinese nationals accounted for a third of our new intake of talent.

Through the IMF, China can play a leading role in international cooperation—the “new multilateralism”—which I believe is crucial to the success of every nation in the 21st century.”

(Christine Lagarde, Pequim, 24 de Março de 2014)

Sobre Luis Mah

Investigador no Centro de Estudos sobre África, Ásia e América Latina (CESA) no Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) em Lisboa. Sou também professor auxiliar convidado no Instituto de Estudos Orientais da Universidade Católica Portuguesa (UCP).
Esta entrada foi publicada em China, Desenvolvimento, instituições multilaterais. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s