A China também financia o desenvolvimento indiano

Segundo o India’s Economic Times, a China disponibilizou-se a financiar através de empréstimos 30% das necessidades de investimento em infra-estruturas na Índia até 2017. O montante do financiamento é de 300 mil milhões de dólares (cerca de duas vezes o PIB de Portugal) do bilião de dólares que a Índia inscreveu no seu plano nacional de desenvolvimento 2012-2017.

A proposta integra um amplo plano de de cooperação económica e comercial de cinco anos que Beijing terá enviado a Nova Deli, que abrange àreas como estradas, telecomunicações, energia nuclear e solar e, de forma muito particular, o setor ferroviário.

Infraestruturas na India

No entanto, o Governo indiano tem vindo no passado a rejeitar o investimento chinês em infra-estruturas essenciais para o país (em particular nas telecomunicações e no setor energético), por razões de segurança nacional. E também por razões de identidade nacional, dadas as disputas territoriais entre ambos os países em Kashmir e Arunachal Pradesh. Mais ainda, o financiamento chinês apenas representou 0,15% dos fluxos de Investimento Directo Estrangeiro que entraram na Índia entre abril de 2000 e dezembro de 2013.

Será desta vez diferente?

Esta vez sera diferente

Talvez. As relações comerciais bilaterais tem vindo a aumentar rapidamente. O lado indiano tem vindo a retirar uma grande parte das medidas que dificultavam a importação de produtos chineses nos últimos anos. O volume dos fluxos comerciais entre os dois países foi de cerca de 60 mil milhões de dólares em 2013, prevendo-se o seu crescimento até 100 mil milhões já em 2015.

Mais ainda, a Índia encontra-se de facto com graves problemas de financiamento dos seus planos de de desenvolvimento, sobretudo para project finance com maturidades longas, quer em moeda local, quer em divisas. Para além de ter alcançado o single borrower limit no Banco Mundial, iniciativas como o Banco BRICS, a Global Infrastructure Facility ou a Asia Pacific Infrastructure Fund parecem não acabar de se concretizar.

Ver para crer. Mas certamente nunca antes das eleições legislativas agendadas na Índia para depois de maio e que levará às urnas cerca de 820 milhões de pessoas.

Eleicoes na India

 

Esta entrada foi publicada em Alemanha, Índia, BRICS, China, Portugal com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Uma resposta a A China também financia o desenvolvimento indiano

  1. Pingback: O nascimento do Banco Asiático de Investimento? | O Retorno da Ásia

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s