E o Consumidor do Ano é o….

Por Ana Benaroya (Bloomberg-BusinessWeek)

Por Ana Benaroya (Bloomberg-BusinessWeek)

…chinês. No blogue do FMI, Steven Barnett mostra como o consumo doméstico chinês é o aquele que cresce mais depressa a nível mundial desde 2011. Mas ao mesmo tempo, o consumo doméstico chinês é considerado fraco. O que explica esta contradição?

Barnett diz que, em termos de percentagem do PIB, o consumo doméstico tem vindo, de facto, a perder, importância. Duas razões parecem estar por detrás destes números. Primeiro, os chineses estão a poupar mais, provavelmente como precaução face à incerteza quanto ao que o Estado providenciará em termos de saúde, educação e reformas. Segundo, o rendimento disponível tem crescido menos depressa que o PIB nacional.

De qualquer modo, o dado mais importante é que o consumo doméstico chinês tem crescido a uma média de 9% na última década.

Anúncios

Sobre Luis Mah

Investigador no Centro de Estudos sobre África, Ásia e América Latina (CESA) no Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) em Lisboa. Sou também professor auxiliar convidado no Instituto de Estudos Orientais da Universidade Católica Portuguesa (UCP).
Esta entrada foi publicada em China, Consumo Doméstico. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s