São Tomé e Príncipe pondera trocar Taiwan pela China. Gâmbia troca mesmo dois dias depois.

São Tomé e Príncipe anunciou na passada terça-feira a intenção da China de abrir uma missão comercial (denominada “representação de ligação”) para promover a presença daquele gigante asiático no arquipélago.

Bandeira China

A decisão ocorre após 16 anos sem relações diplomáticas entre ambos os países, no seguimento do reconhecimento diplomático por parte de São Tomé e Príncipe de Taiwan. Nada mais foi referido sobre uma eventual alteração da escolha diplomática saotomense entre China ou Taiwan, tendo sido esta possibilidade posta de lado pelo Ministro dos Negócios Estrangeiros de Taiwan. No entanto, David Lin também referiu que “Taiwan irá rever os seus atuais programas de assistência a São Tomé e Príncipe para ver se ajustamentos são necessários”.

Gâmbia seguiu o exemplo de São Tomé e Príncipe na mesma semana. O governo daquele país africano anunciou ontem a quebra de todos os laços diplomáticos com Taiwan, com efeitos imediatos.

Amizade Sao Tome-TaiwanPonto e final a uma relação de 18 anos, muito embora o comunicado emitido refira que ambos os países manterão a sua amizade.

Aquando da separação das duas Chinas, os Estados que reconheciam Taiwan eram maioria no continente africano. Hoje, apenas São Tomé e Príncipe, até ver, o Burkina Faso e a Suazilândia mantêm relações diplomáticas com Taiwan e não com a China.

Esta entrada foi publicada em Burkina Faso, China, Gâmbia, São Tomé e Príncipe, Suazilândia, Taiwan. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s